Cabelo em queda?… Não ignore o problema.

By 0 , , Link 0

A queda de cabelo é, em certa medida, um fenómeno perfeitamente normal. Todos os dias perdemos, em média, cerca de 50 a 100 fios de cabelo. Perdemos fios de cabelo “velhos”, debilitados, que são substituídos por novos fios, sensivelmente na mesma proporção. Quando assim acontece, está tudo em ordem; não se trata de “queda”, mas do processo fisiológico normal de renovação do cabelo.

O nosso cabelo, e o próprio couro cabeludo, reflete tudo aquilo que vai acontecendo na nossa vida: alterações hormonais ou do estado de saúde, física e psicológica, gravidez, dietas restritivas, stress, menopausa, ingestão de medicamentos, mudanças de cor ou de penteados… Todas estas situações, que podem, então, ser de origem interna ou externa, podem levar àquilo que efetivamente é denominado de queda e que se traduz numa perda de fios em número mais elevado, sem a respetiva reposição de novos fios.

Assim, quando são detetadas estas quedas anormais, deve tentar-se, imediatamente, identificar as causas, para se poder contrariar essa tendência, antes que ela se instale e cause danos mais permanentes. O ideal será consultar um médico dermatologista para que seja feito um diagnóstico apurado, eventualmente recorrendo a algum tipo de exame. A partir daí, eventualmente, poderá ser necessário recorrer aos fármacos adequados e receitados pelo médico ou poderá bastar uma simples mudança de hábitos e de produtos capilares – hoje em dia existe uma larga variedade de shampoos, cremes e colorações mais adequadas à sensibilidade do cabelo e do couro cabeludo, que os profissionais de cabelos estão aptos a identificar e aconselhar. Eliminados os fatores externos agressivos (eventualmente na forma de produtos capilares) e tratados os factores internos (condições físicas ou psicológicas), será importante fornecer ao organismo algum suplemento de oligoelementos, vitaminas e aminoácidos para apoiar a formação e crescimento de novos folículos capilares – esta é mais uma área em que a orientação do médico e de alguns bons cabeleireiros, é extremamente importante.

Sendo que, nesta altura do ano, após a época balnear, normalmente o cabelo está um pouco mais debilitado, devido ao excesso de água, sal, cloro e sol, pode verificar-se uma queda de fios superior ao normal, mas que tende a regularizar-se. No entanto, também poderá ser um bom momento para avaliar se ele não está a necessitar de algum cuidado extra e da avaliação de um profissional, para detetar o seu estado real.

Gostaria de aprender a cuidar melhor do seu cabelo? Gostaria de tornar-se um bom profissional de cabeleireiro e cuidar também do cabelo de outras pessoas? Descubra as nossas escolas em www.ce.pt e verifique as opções que temos para si.

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *